Faça Fácil: Proficy iFIX – Histórico de Alarmes

Alarme ODBC – Ambiente Seguro e Validado para o Armazenamento de Alarmes

O alarme é uma indicação gráfica e/ou sonora enviada pelo sistema de supervisão ao operador, indicando que ocorreu uma situação no processo que exige a sua atenção ou uma tomada de ação em resposta.

O sistema de alarmes deve auxiliar o operador a identificar situações potencialmente perigosas com relativa antecipação, permitindo que uma ação seja tomada, reduzindo paradas e aumentando a segurança operacional da planta.

O iFIX através da ferramenta Alarm ODBC possibilita o registro de tais informações em ambiente seguro e validado, atendendo às exigências de órgãos reguladores no que tange à segurança de informações dos processos industriais. Dessa maneira é possível disponibilizar formas de identificar eventos e analisar condições indesejáveis no processo gerado por desvios de variáveis ou atuação indevida durante a operação.

Um alarme deve ter as seguintes características:

  • Ser útil e relevante para o ponto onde foi criado.
  • Demandar uma ação do operador, mesmo que mental.
  • Possuir uma prioridade definida.
  • Ser apresentado em tempo suficiente para que sejam executadas as ações de correção.
  • A mensagem de alarme deve ser de fácil entendimento
  • Deve levar em conta as limitações humanas na sua identificação.

Nesse Faça Fácil serão apresentadas as configurações necessárias para o uso da ferramenta Alarme ODBC do iFIX para armazenamento de alarmes em um banco de dados relacional SQL Server 2005.

Pré-requisitos necessários:

  • Instalação do iFIX 4.0 (ou superior)
  • Instalação do Banco de Dados Relacional: Microsoft® SQL Server 2000 (ou superior), Oracle® 9i (ou superior)
  1. O banco de dados relacional poderá estar instalado juntamente com o iFIX ou em uma máquina remota. Inicialmente, deve-se configurar um novo Database. Para isso, acesse o banco de dados através da ferramenta Enterprise Manager, usando o usuário de administração. Na pasta Database, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção New Database.
    novo-1
  2. Crie um usuário e senha de acesso para o novo DataBase criado, restringindo o seu acesso somente pela aplicação do iFIX.
    novo-2
  3. Feche a janela de configuração do SQL Server Enterprise Manager.
  4. A próxima etapa é a criação da DSN (Data Source Name) na máquina do iFIX, com os parâmetros de acesso ao banco de dados. Se o sistema operacional for 32bits, o acesso deverá ser feito via Administrative Tools; para sistemas 64bits, acesse:\Windows\SysWOW64\odbcad32.exe. Nesse exemplo, será utilizado o driver SQL Server.
    novo-3
  5. Em Name, defina o nome da nova DSN. No campo Server, deverá ser indicado o local de instalação e uso do banco de dados relacional.
    novo-4
  6. A DSN também deverá conter informações do usuário e senha de acesso ao Database criado (etapa2).
    novo-5
  7. Teste a conexão com o banco na última janela de configuração da DSN.

Finalizada as configurações do SQL Server e os detalhes de acesso através da DSN, é a vez de configurarmos o iFIX.

  1. Abra o SCU da aplicação e acesse a janela de configurações de alarmes (Configure –> Alarms).
  2. Selecione o serviço Alarme ODBC Service. Clique na opção Enable e no botão Modify para abrir a janela de configuração.
    novo-6
  3. Clique no botão Configure. Na janela iFIX ODBC Alarm Service Configuration configure inicialmente as informações de conexão ao banco (área SQL Login Information).
  4. Na área Options, ajuste o campo AlarmQueue Size para contemplar o número máximo de alarmes configurados na aplicação.
  5. Em Column Configuration, habilite os campos correspondentes às colunas da tabela de alarmes que será criada no SQL.
    novo-7
  6. Após a definição das informações necessárias, clique no botão Create Table Now. Essa ação irá disparar a criação de toda a estrutura da tabela de armazenamento de alarmes no SQL.
    novo-8
  7. Feche a janela de configuração do alarme ODBC clicando no botão OK. Salve o SCU e inicie o iFIX.
  8. Para visualizar o status do serviço Alarm ODBC, abra o Mission Control na aba Alarm ODBC e certifique-se que o mesmo esteja com o status Connected.
    novo-9
  9. Todos os alarmes e eventos (login/logout, alteração de valor, acesso à aplicação feito pelos usuários) gerados na aplicação ficarão registrados no banco de dados relacional, permitindo a sua análise futura e a rastreabilidade das ações executadas.
    novo-91

Baixe o Faça-Fácil em arquivo pdf

3 Comentários

  1. Gostaria que voce me tirasse algumas duvidas!!! Se possivel

    Estou usando o ifix 5.8 fiz todos os passos conforme imagens acima!

    Meu problema e o seguinte, eu gostaria de fazer um historico de alarmes, que quando eu precisar pesquisar no banco um tag ele me de todas informacoes deste tag, todas vez que ele ocorreu e por ai vai!!!

    Come que voce crio esta ultima imagem da tabela que mostro todos os tags relacionados conforme tabela do SQL?

    Eu sou obrigado a usar o Acess para eu montar meu historico e depois fazer minhas buscas conforme solicitado?

    Agradeco se puder me ajudar,
    Att,
    Gabriel

    Post a Reply

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>