Faça Fácil: Como liberar as portas de comunicação no Firewall do Windows 7 e Server 2008

Os sistemas de automação industrial podem a ser alvo de ataques de hackers e virus, como o Stuxnet, especializado em sistemas de automação, sujeitando indústrias à exposição de informações sigilosas e até à interrupção dos serviços.

Nessa realidade, é importante conhecer as ferramentas e tomar as ações necessárias para garantir a segurança das aplicações de automação.

O uso do firewall, visando à integridade e confidencialidade das informações trocadas nas redes de automação, é uma ferramenta útil que deve ser considerada. Ele já é parte integrante de qualquer sistema operacional moderno. Os firewalls trabalham usando regras de segurança, fazendo com que somente os pacotes de dados que estejam dentro das regras de segurança sejam aprovados e transferidos.

Portanto, para garantir que os softwares de automação trabalhem corretamente em ambientes com firewall é necessário que os mesmos façam parte das suas regras de segurança. Apesar de tal configuração ser feita automaticamente durante a instalação dos softwares, ainda é necessário definir quais portas de comunicação (TCP/IP, UDP, etc) deverão ser liberadas para manter a funcionalidade de comunicação e troca de informações entre diferentes estações de operação.

Nesse Faça Fácil iremos apresentar como fazer essa configuração no Windows7 e Windows Server 2008 e quais as principais portas de comunicação utilizadas por alguns softwares da linha Proficy da GEIP.

Veja como é fácil.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>